Cookies de chocolate

cookie chocolate

Não sei qual é o problema das pessoas com manteiga. Eu confesso que por um tempo tentei arrumar mil substitutos para ela, mas nunca consegui o mesmo resultado. Dessa vez eu estava determinada em achar um cookie que não levasse tanta manteiga pra não achar que minha pança ia crescer a cada mordida. Achei umas receitas sim, mas nenhuma me pareceu apetitosa. Todas tinham cara de biscoito de cachorro…

Resolvi então fazer o legítimo cookie americano, cheio de manteiga mesmo. Ah, pé na jaca uma vez por mês não mata ninguém. Tomara.

Receita do Joy of baking.

Obs: Quando fui postar essa receita, me deparei com esse post do Cupcakeando, que fala tudo sobre manteiga X margarina. Disse tudo Ju! Acabei encurtando o meu post 😀

Ingredientes:

100g de manteiga

1/2 xícara de açúcar mascavo

1/4 xícara de açúcar (que eu acho que vou dispensar na próxima vez que fizer – achei que ficou muito doce pro meu gosto)

1 ovo

1 colher (chá) de essência de baunilha

1 xícara de farinha de trigo

1/4 xícara de cacau em pó

1 colher (chá) de fermento em pó

Uma pitada generosa de sal

260g de chocolate meio amargo picado ou gotas de chocolate (usei só 100g pq achei demais)

Na batedeira, bata a manteiga com os açúcares até virar um creme esbranquiçado. Acrescente o ovo e a baunilha e bata até ficar homogêneo. Acrescente o restante dos ingredientes, deixando o chocolate picado por último.

Com as mãos, faça bolinhas e coloque em um tabuleiro com papel manteiga untado. Deixe um espaço de uns 4, 5 cm entre cada um. Asse em um forno pré aquecido em 180C por 8 min. Para ficar macio, o ponto certo do biscoito é quando você tira do forno a borda está durinha e o centro ainda está fofo. Se quiser que fique crocante, deixe mais uns 3 minutos no forno.

A receita rendeu 24 cookies.

Anúncios

Strudel de maçã e meu desânimo

strudel de maçã

“A gravidez é uma época maravilhosa na vida da mulher”.

Quem escreveu e quem acreditou nessa frase é porque nunca ficou grávida. Mesmo. Realmente deve ser fascinante para algumas grávidas por ai, mas para mim está sendo um pouco… Difícil.

Não que eu não esteja muito feliz POR DENTRO por estar carregando um bichinho que vai sair com toda a beleza do marido. É porque os hormônios estão fazendo Manoelinha pirar. Não estou tendo variações de humor – estou é praticamente sem humor mesmo. Por mim, não fazia nada o dia todo. E eu tenho muita coisa pra fazer (dentre preparar e dar minhas aulas,  coisas rotineiras da casa, ainda vou mudar daqui umas semanas) só que o nénem aqui que deu o jeito da mãe sentir sono e desânimo do dia todo.

O  melhor de tudo é que: meus enjoos e mal estar não acabaram depois dos três primeiros meses. Tem dia até acho que piorou.

Mas acabando com o muro das lamentações, andei vendo muitas reprises na TV. Vi uma de TOP CHEF (8 temporada, a que eu mais gosto) e vi um mocinho fazendo um strudel bem basicão que encantou os jurados. Depois de o que parece ERAS sem vontade de pesquisar qualquer coisa, fuçuei por ai e achei essa receita AQUI.

Claro, mudei um teco né? Fiz de um jeito que acho melhor e com ingredientes que acho mais gostosos (mudei a farinha de rosca pela farinha normal, açúcar normal pelo mascavo, etc).

Ingredientes:

1 pacote (300g) de massa folhada – cs não acharam que nessa vibe eu ai fazer a massa né?

250g de maçã fuji (+/- 4 maçãs) sem casca e picadas (usei as cascas para fazer chá)

Suco e raspas de meio limão

Uvas passas e nozes picadas a gosto (usei noz pecan)

20g de manteiga derretida

1 pacote de açúcar de baunilha (já falei dele AQUI)

35g de açúcar mascavo

1 colher (café) de canela

1 colher (café) de pimenta da jamaica

30g de farinha de trigo

Um pitada de sal

1 gema

Misture as maçãs picadas com as nozes, uvas,  suco e as raspas do meio limão. Regue com a manteiga derretida, misture e reserve. Misture todos os ingredientes secos (canela, pimenta, açúcares, trigo e sal) e só depois misture às maçãs. Isso garante que todos os pedaços de maçãs tenham o mesmo tanto de “tempero”.

Recheie cada massa folhada e faça uma trouxinha (as que eu comprei eram retângulos). Coloque em um tabuleiro polvilhado com farinha. Quando acabar de arrumadar todos, pincele a gema por cima e faça um pequeno corte por cima de cada strudel. Deixe descansar na geladeira por 30 minutos.

Asse por 40 a 50 minutos em forno pré aquecido em 200C ou até corar.

Ta faltando dar uma satisfação…

Pelo que vocês estão vendo, há muitos dias que eu não posto no blog. Essas últimas semanas tem sido uma loucura e minha rotina mudou completamente – não só por causa do  novo emprego.

Daqui uns dias eu posso explicar tudo com detalhes, mas envolve mudar de apartamento e otras cositas más. Quem viver verá! 😀

É só uma pausa, acho que daqui umas semanas eu já estou de volta.

pause

Bjos!

Polenta italiana

polenta italiana

Eu e o maridão somos bem chatos quanto a restaurantes. Basicamente por causa do estômago sem fundo dele (só alguns entram na seleção dele de quantidade justa por pessoa) e pelo fato de muitas comidas que comemos fora encaixam na categoria “você faz melhor”. Modéstia a parte, tem coisa mesmo que até sendo gostosa, eu acho que tem jeito de ser mais gostosa ainda. Adoro “roubar” ideias de lugares que vou para reproduzir em casa.

Bom, dessa vez fomos à um lugar para comemorar meu aniversário. Resolvemos por um de comida italiana que eu já tinha ido há muitos anos e por isso achei que valia a tentativa: Provícia de Salermo. O local tem uma decoração linda, bem vintage, cheia de pratos, galos, utensílios de cozinha… O atendimento é ótimo – quase todos são aqueles garçons que estão lá desde a inauguração há 30 anos.

De entrada comemos umas torradinhas com patês deliciosos. O maridão ainda estava incrédulo quanto a quantidade de massa que viria por prato e, por isso, pediu a tal da polenta italiana de entrada.  Não é nada de mais: veio um potinho com angu e molho bolonhesa por cima. Ele gostou tanto que pediu para eu fazer em casa. Por isso o motivo dessa receita hoje.

As massas são realmente deliciosas – eu pedi um ravioli verde com recheio de nozes e passas e o maridão pediu um com damasco e bacon. O molho você pode escolher o que quiser e acrescentar basicamente o que você tiver vontade, Fui de branco com alho poró  e bacon e marido de quatro queijos.

Bom, aqui vai a entrada que pedimos. Eu aumentei a quantidade e fiz como prato único.

Ah! E depois do marido ver o tanto de massa que veio no prato dele, assumiu que a polenta foi desnecessária, mesmo muito gostosa.

Ingredientes (para 4 potes):

1 1/2 xícara de fubá

Água filtrada

1 cebola

1 colher (sobremesa) de tempero caseiro de alho

500g de carne bovina moída (usei patinho)

1 lata de tomates italianos

Açúcar, Sal e pimenta a gosto

Muçarela ralada a gosto

Faça o angu como preferir, ajustando o sal, mas deixe ele um ponto bem mole. Despeje nos potinhos até a metade e reserve.

Refogue a cebola com o alho. Acrescente a carne aos poucos e vá refogando até que ela cozinhe bem . Acrescente a lata de tomates (eu gosto de bater no mixer antes para desmanchar um pouco) e misture bem. Ajuste a acidez com o açúcar e adicione sal e pimenta a gosto.

Despeje a carne por cima da polenta e salpique com muçarela. Deixe no grill do forno só o tempo de corar. Sirva ainda quente.

 

O melhor cupcake de chocolate do mundo… Será?

cupcake de chocolate 2

Quanto mais eu cozinho, mais eu vejo o quanto a cozinha é ciência. Não falo só das reações químicas e físicas, mas também pelo fato de ser completamente experimental – no caso da minha, claro.  Quando vi esse post no Cupcake Project fiquei empolgadíssima, porque a Stef comprovou mais do que nunca que experimentar só faz coisa boa, ainda mais quando se trata de chocolate né?

Para quem não entende inglês, a Stef gastou mais de um ano testando receitas de cupcakes de chocolate para descobrir qual era a melhor de todas. Outros cozinheiros (que ela chama de explorers) também ajudaram com feedbacks. A maior dificuldade foi fazer um bolinho que fosse ao mesmo tempo fofinho e com bastante gosto de chocolate, principalmente porque quanto mais cacau em pó você coloca, menos fofo fica o b0lo.

Os explorers disseram que acharam o cupcake perfeito, com o exato gosto de chocolate, sem forçar a barra. Na minha mais sincera opinião, eu não acho que ficou perfeito, porque eu queria mais fofinho ainda. Entretanto, tive que ter em mente que cupcakes são menos fofos que bolos de tabuleiro, então acho que chegou bem perto de ser o melhor bolinho de chocolate que já comi. Ele tem a quantidade de doce exata, tendo um leve gostinho salgado no final e tem (e como!!)  gosto de chocolate sem ficar com textura granulada.

Ingredientes (exatos, sem adaptações):

56g de manteiga sem sal em temperatura ambiente

22og de açúcar

56g de chocolate meio amargo ou ao leite (não usar branco)

2 ovos

2 gemas

12oml de óleo vegetal (usei de girassol)

2 colheres (café) de extrato de baunilha

80ml de sour cream (creme de leite fresco misturado com suco de 1/2 limão)

125g de farinha de trigo

1 colher (café) de sal

1 colher (café) de fermento em pó

60g de cacau em pó

120ml de água

Bata a manteiga com o açúcar na batedeira até virar uma areia molhada. Derreta o chocolate no microondas ou em banho-maria, deixe esfriar e acrescente à mistura. Acrescente os ovos e a gemas, batendo na velocidade baixa só para misturar. Acrescente o óleo, a baunilha e o sour cream. Peneire o trigo com o sal, fermento e o cacau em pó. Acrescente à batedeira em três partes, revezando com a água. Despeje em em 12 forminhas de papel, enchendo até 2/3 de cada uma. Asse em forno pré aquecido em 180C por 15 a 18 minutos. Se enfiar um palito e ele não sair limpo, deixe no forno por mais três minutos somente. Esse bolinho seca muito fácil se passar da hora.

Depois de esfriar, eu cobri com brigadeiro. Achei a receita per-fei-ta no Cupcakeando. Fiz só metade e deu para cobrir todos os bolinhos.

cupcake de chocolate

Pão de mel com limão e gengibre

pão de mel

Eu sempre estou a procura de receitas com um toque diferente para variar um pouco a rotina. Ainda mais de bolos, que tenho que fazer pelo menos duas vezes por semana se não o marido ~morre~ no café da manhã. Estava com um pote de mel praticamente todo cristalizado aqui em casa, só esperando o destino culinário dele. Fuçando por ai, achei uma receita de bolo com melaço. Descobri que o mel é um bom substituto para ele e o resultado foi um bolo lindo, fofinho e com um twist no final, graças ao gengibre e as raspas de limão.

Achei a receita, para variar, aqui. Está com minhas adaptações.

Ingredientes:

1 xícara de farinha de trigo

1 xícara de farinha de trigo integral

1 colher (sopa) de fermento químico

Uma pitada de sal

1 colher (sopa) de canela moída

1 colher (sobremesa) de gengibre moído

1 colher (café) de cravo moído

40g de manteiga sem sal

1/2 xícara (100g) de açúcar mascavo

2 ovos

Raspas de um limão

1/2 xícara (120ml) de mel

1 xícara (240ml) de leite

Peneire a farinha com o fermento, o sal, a canela, o gengibre e o cravo moído. Reserve. Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até virar um creme. Acrescente os ovos um a um, as raspas de limão e continue batendo.  Na velocidade baixa, adicione o mel. Por último, adicione o leite intercalando com os ingredientes secos peneirados até a massa ficar homogêna. Despeje em um tabuleiro retangular médio ou em um com furo no meio. Asse em forno pré aquecido em 180C por 30 minutos ou até enfiar um palito ele saia limpo.

Cobertura de limão (opcional):

1 xícara de açúcar refinado

Suco de um limão ou mais

Misture o suco de limão com o açúcar até virar um creme mole. Se estiver difícil de misturar, acrescente mais limão. Despeje sobre o bolo ainda quente.

Pastel de choclo chileno

pastel de choclo

Um dos pratos que via toda hora nos menus em Santiago era o tal do “pastel de choclo”. Como eu queria focar nos peixes, deixei esse tal de pastel de milho – ou o que eu achava que era – para um lanche da tarde. Felizmente resolvi experimentar depois de passear pela vinícola Cosiño Macul, em um almoço tardio. Depois de perguntar para o garçom qual era o tamanho do pastel, ele olhou meio confuso e mostrou uma panelinha que um casal estava dividindo na mesa ao lado. Foi ai que caiu a ficha – o pastel de choclo era um creme de milho em uma cumbuca, recheado com várias carnes…. Foi a receita que resolvi fazer sem procurar na internet, tentando copiar de como eu comi lá.

Ingredientes (para 6 pessoas):

9 espigas de milho

400ml de leite integral

Manjericão a gosto

1 cebola picada

1 colher (sobremesa) de tempero de alho caseiro

Óleo a gosto

300g de carne moída (patinho)

Azeitonas (opcional)

200g de filé de peito de frango, cortado em bifes

Pimenta e sal a gosto

Limpe bem as espigas e retire todo o milho com uma faca. Coloque o milho no liquidificador com 200ml de leite e o majericão e bata até virar um creme. Despeje em uma panela, acrescente o restante do leite e ligue o fogo baixo. Misture bem até que o milho cozinhe, o que comigo gastou uns 15 minutos. Se achar que o creme está muito seco ou difícil de misturar, acrescente mais leite. Reserve.

Em outra panela, refogue a cebola com o alho e um fio de óleo. Acrescente a carne moída e refogue até que ela esteja bem cozidinha, mas não seca. Acrescente pimenta a gosto. Reserve.

Grelhe os bifes de frango com um pouco de sal e óleo. Reserve.

Montagem:

Parmesão ralado a gosto

Usei uma travessa de cerâmica maior e duas pequenas para essa quantidade. No fundo de cada uma coloquei um pouco a carne moída, os bifes de frango e cobri tudo com o creme de milho. Polvilhe com o queijo ralado. Grelhe usando a opção grill do seu forno por aprox. 20 minutos, ou até corar por cima. Fica ótimo com uma salada de folhas.

pastel de choclo 2

Uma pequena pausa

chile

Queridos, até o dia 26 o blog não terá receitas novas porque esta pessoa que vos fala vai (finalmente!!!!) passear um pouco com o maridão em terras sul-americanas. Não deixei posts programados porque acho estranho o blog postar “sozinho”. Acho que vi Matrix demais na adolescência ou não aderi tanto à modernidade da blogosfera quanto pensava. Enfim.

Vou ali no Chile e já volto tá? Quando chegar, prometo fotos lindas e comidas incríveis, pode ser?

Bjos!

Bolo de chocolate com banana

bolo de chocolate com bananaEu e a ganache temos sérios problemas de convivência. Toda vez que eu invento de fazer monto uma bagunça, fico brava e gasto uma eternidade lavando louça com gordura de cacau. No final dá tudo certo, porque chocolate é chocolate neam?

Li umas semanas atrás em um romance (vou contar mais sobre ele daqui uns dias) que o chocolate absorve completamente o seu humor, por isso nunca trabalhe com ele em dias que você está tenebrosa (tipo depois de bater o carro, no meu caso). Achei válida a teoria e decidi que chocolate derretido só em dias felizes. Não custa.

Minha irmã indicou essa receita e fiquei super curiosa para testar. Quando vi que a ganache tava de cobertura, lembrei de uma que fiz em um dia terrível e, no final das contas, congelei para evitar mais fadiga (sim! Você pode congelar a ganache! A Ju do Cupcakeando me passou esse link que contém essa e outras dicas valiosas). Fiz o bolo em um pulo e depois “requentei” a ganache e passei por cima. O bolo é incrivelmente fofo!

A receita veio, como sempre, do Joy of Baking. Tem algumas modificações que minha irmã sugeriu que deram super certo!

Ingredientes: 

Usar xícara medidora de 240ml

2 xícaras de açúcar (usei só uma e ficou ótimo!)

1 3/4 xícaras de farinha de trigo (substitui metade por farinha integral)

3/4 xícara de cacau em pó

1 colher (sopa) de fermento em pó

1 colher (sopa) de bicarbonato em pó

Uma pitada grande de sal

2 ovos

1 xícara de bananas amassadas (ou duas bananas)

1 xícara de água morna

1/2 xícara de leite

1/2 xícara de óleo (usei um pouco mais que a metade disso)

1 colher (sopa) de extrato de baunilha

Misture primeiro todos os ingredientes secos (açúcar, farinhas, cacau, fermento, bicarbonato e sal) e reserve. Misture o restante dos ingredientes em outra vasilha e depois incorpore aos secos, misturando delicadamente. Despeje em um tabuleiro médio (23cmX33cm) em asse em forno pré aquecido em 180ªC por 25 minutos ou até colocar um palito e ele saia limpo.

Ingredientes da ganache:

200g de chocolate meio amargo

3/4 xícara de creme de leite fresco

Pique o chocolate em pedaços pequenos e reserve. Ferva o creme de leite e despeje sobre o chocolate, misturando sempre até o chocolate derreter por completo. Deixe esfriar em temperatura ambiente por alguns minutos e depois cubra o bolo.

Muffin light para uma manhã gloriosa

muffin manhã

Tem vezes que a internet me deixa muito frustrada. Estava eu procurando receitas light e a maioria tinha entre 100 e 200g de manteiga. Uai, só para mim que o conceito light é a quantidade de um ingrediente (preferencialmente gordura) reduzido?

Quando estava para desistir e inventar uma receita qualquer de muffin,  finalmente achei o Cooking light . Tem AQUI 24 receitas de muffin light ou mais naturebas, do jeito que eu gosto. Gostei desse mais pelo nome  – Morning Glory – e pelos ingredientes, que tinha todos em casa. A massa dele não é super fofinha como os muffins tradicionais, mas mata a vontade de comer bolo sem estragar a dieta.

Ingredientes:

Usar xícara medidora de 240ml 

1 xícara de farinha de trigo integral

1/2 xícara de farinha de trigo

1 xícara de aveia em flocos

3/4 xícara de açúcar mascavo

1 colher (sopa) de farelo de trigo

2 colheres (sopa) de fermento químico

Uma pitada de sal

1 xícara de iogurte desnatado (deu +/- um copo e meio)

1 xícara de banana amassada (duas bananas caturra grandes)

1 ovo

1 xícara de tâmaras picadas (exclui esse ingrediente porque não sou fã de tâmaras. Você pode substituir por ameixas secas ou uvas passas)

3/4 xícara de nozes picadas (coloquei uma xícara misturando: nozes, avelãs e amêndoas picadas)

1/2 xícara de abacaxi desidratado (não usei)

3 colheres (sopa) de linhaça moída (coloquei amendoim moído e torrado para ficar mais saboroso – ninguém é de ferro né?)

Misture os cinco primeiros ingredientes (trigos, aveia, açúcar mascavo, farel, fermento e sal) e reserve. Misture o iogurte com as bananas e o ovo e reserve. Misture as nozes com as tâmaras (ou uvas passas no meu caso) e incorpore aos ingredientes secos que você misturou primeiro.

Acrescente a mistura de iogurte aos ingredientes secos + nozes e incorpore delicadamente, usando uma espátula. Coloque em 14 forminhas de cupcake e coloque um pouco de amendoim (ou linhaça moída) por cima de cada um. Asse por 25 minutos em um forno pré-aquecido em 180ºC ou até enfiar um palito e ele sair limpo.

muffin manhã 2

%d blogueiros gostam disto: