Black bourguignon: tempo na cozinha

black bourguignon

Meu marido brinca que se ele tirasse a panela de pressão da cozinha eu não saberia mais cozinhar. Eu reconheço que eu adoro a comodidade dessa ferramenta, mas não é pra tanto né? O que me consola é que já vi muitos episódios de Top Chef que os cozinheiros se renderam à velocidade da panela de pressão. Acho que foi um dessa última temporada (décima) que o chef foi super elogiado por um caldo lindo que ele fez. A pergunta foi: como você conseguiu tanto sabor em tão pouco tempo? A reposta: pressure cook. Delirei.

Ganhei um livro sensacional dos meus pais de natal, que vocês já devem ter ouvido falar. O Pão Nosso trata justamente que muitas vezes a espera é o melhor ingrediente para um pão – e uma refeição – maravilhosa. Fiz uma receita do livro, um ragu de liguiça que ficou um espetáculo (não  me matem, mas esqueci completamente de produzir a foto). Gasta por volta de 3 horas pra ficar pronto, e cada minuto conta.

Essa receita é bem assim. Demora um tempão na panela. Mas a boa notícia é que é só picar e botar tudo lá e ficar olhando e misturando. Como uma boa terapia na cozinha…

Receita da edição de Junho/Julho da Casa e Comida (com minhas adaptações).

Ingredientes:

1kg de carne em cubos pequenos  (usei chã de dentro)

2 latinhas de cerveja escura

1 colher (sopa) de alecrim picado

3 folhas de louro

1 pimenta dedo-de-moça picada sem as sementes

2 colheres (sopa) bem cheias de farinha de trigo

300g de bacon picadinho

2 colheres (sopa) de alho

2 cenouras picadas

2 colheres (chá) de gengibre picado

Sal e cheiro verde a gosto

Coloque a carne em uma vasilha e cubra com a cerveja. Acrescente o alecrim, o louro e a pimenta. Deixe na geladeira para marinar por 6 horas ou por uma noite. Não coloque sal na marinada.

Escorra bem a carne, reserve o líquido com os temperos e doure-a em uma panela bem quente com um pouco de óleo. Em outra panela, refogue o alho com a cenoura, o bacon e o gengibre. Adicione a carne e a cerveja com os temperos. Dissolva a farinha em um pouco de água e adicione à panela. Tampe a panela e deixe cozinhando por volta de 3 horas, sempre misturando para não grudar no fundo. Eu fui acrescentando um pouco de água nesse tempo e gastei mais de um litro. Ajuste o sal e sirva quente.

Por mais que eu tenha ficado meio cética no começo, a carne de fato fica super macia e o caldo é uma delícia com um pedaço de pão 😀

Anúncios

Comments

  1. Vou fazer depois eu falo parece
    ficar boa.ummmmmmmmmmmmmmmmmmmm

  2. vou fazer depois eu digo, com esse friozinho cai bem.

  3. Seu blog eh ótimo!!! Esqueço de comentar mas sempre estou por aqui! Beijos

  4. Babei na receita, mas fiquei com uma dúvida a respeito da cerveja. Qual você usa? As cervejas pretas disponíveis no mercado brasileiro são muito diferentes. Uma muito doce (as malzbiers que são “””cervejas”””””pretas””””””””) ou com algum amargor vão dar um sabor bem diferente entre si. Desde já, obrigado!

    • Olá Clayton!

      Eu peguei essa receita da revista Casa e Comida, que não especificou o tipo de cerveja escura. Para receitas com carne eu geralmente prefiro bebidas com algum amargor, como a Caracu. Vc pode usar a que vc mais gosta de beber – geralmente é a que vc vai preferir no gosto da receita. Abs!

  5. A receita me parece apetitosa, está c uma cara super boa, mas, só não entendi porque chamaram de bourguignon… 😀

Trackbacks

  1. best dentist in gilbert arizona

    Black bourguignon: tempo na cozinha – Escrevendo abobrinhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: