Pão de batata baroa

Sem dúvida fazer pães é a minha parte favorita de cozinhar. E não por engano é da minha irmã também… Ela estava aqui em casa e, para passar o tempo, tirei essa receita do cantinho “receitas que quero fazer” e o pão saiu a 4 mãos. Acho que ficou o melhor pão que já fiz! Minha irmã também me deu o toque de colocar algumas dicas da nossa mãe que acabou que não coloquei em outras receitas.

Ingredientes:

500g de farinha de trigo (4 xícaras de 240ml)

200ml de água

1/2 copo (americano) de óleo

3 colheres (sopa) de açúcar

3 ovos pequenos

1 colher (café) de sal

2 colheres (sopa) de fermento em pó químico (mais ou menos 2/3 do pacotinho de 10g)

200g de batata baroa cozida (conhecida também como cenourinha amarela ou mandioquinha) – usei duas batatas médias

Descascar, picar a batata em pedaços e cozinhar na panela de pressão (só com água) por 5 minutos (se você deixar mais ela vai desmontar e absorver muita água). Escorrer a água e deixar esfriar (se você usar ela quente vai ter que colocar mais farinha – quanto mais fria, mais sequinha ela fica). Amassar como purê.

Em uma vasilha misture a água, óleo, açúcar, ovos, sal e o fermento com um fouet até o açúcar e o sal dissolverem. Despeje em uma bacia e misture com a farinha e a batata baroa até formar uma massa mole, mas um pouco firme. Coloque um pano úmido por cima e deixe crescer por pelo menos uma hora. Depois de crescida, despeje em uma superfície,  sove a massa (veja como sovar aqui) e faça bolinhas do tamanho que desejar. Acrescente a farinha caso ache a massa muito mole – ela cola na superfície quando isso acontece. Disponha as bolinhas nos tabuleiros e deixe crescer por mais uma hora.

Antes

Depois de uma hora

Asse no forno médio pré aquecido (180ºC) por mais ou menos 40 minutos ou até quando ficarem corados por cima.

Dicas para o seu pão ficar fofinho:

– Meça os líquidos (água ou leite, ovos e óleo) em uma vasilha com medida de ml. Para 500g de farinha o ideal é que fique com 400ml – para1 kg, o dobro. Se passar, a massa vai precisar de mais farinha para dar ponto.

– Não coloque o sal junto com o fermento – eu coloco porque esqueço de colocar depois da massa crescida e ela fica sem gosto. Mas o IDEAL é que seja depois para não atrapalhar a fermentação.

– Na hora de crescer a massa, jogue um pouquinho de farinha por cima e nunca deixe destampado, porque a massa seca muito fácil. Coloco dentro do forno DESLIGADO porque ele funciona como uma estufa. O melhor é colocar a massa (sempre tampada) pra tomar um solzinho.

– Para saber se a massa de pão está no ponto, dê um belisco nela: se ela estivar elástica e fofa e não grudar nos dedos, está pronta para assar. Ela deve estar molenga porque se ficar dura demais o pão não cresce e fica massudo.

– Pães com leite são mais “pesados” que os feitos com água, mas duram mas tempo macios. Os feitos com água começam a ficar duros dois dias depois de assados, mas são mais leves e fofos.

– Não precisa untar tabuleiro para assar pães. Só polvilhe com um pouco de farinha.

– O pão assado fica corado por cima e por baixo. Não tire do forno antes disso.

A receita eu peguei do programa de culinária Adore (mudei a receita para o meu gosto). Tem mais dicas no vídeo abaixo:

Tive a idéia da receita porque visitei a gravação do programa. No próximo post conto como foi a visita e minha conversa com os chefs. Aguardem!

Anúncios

Trackbacks

  1. […] que fazer com ele – já que tava enjoada de comer abóbora refogada. Como já tinha feito um pão de batata baroa, resolvi arriscar. Ficou a coisa mais linda esse pão amarelinho! Quem sabe ajuda você que não é […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: