O desastre anunciado da Batata Rosti

Para tentar aprimorar minhas habilidades culinárias, resolvi tentar uma receita mais “gourmet”. Geralmente eu SEMPRE mudo alguma coisa das receitas que vejo na internet, principalmente porque elas tem uma quantidade de gordura desnecessária. Como eu nunca tinha feito e nunca vi ninguém fazer, segui a receita a risca. O problema não foi a receita em si, mas o trabalho imenso que dá (que eu já tinha previsto) para uma comida… razoável. A batata ficou com gosto daquelas assadas com recheio – ou seja, faça a batata assada que é só ligar o forno e ralar a muçarela do que essa que gasta mais de 2h (isso depois de todos os ingredientes prontos). Quer tentar? Essa ta na minha lista negra.

Ingredientes:

4 batatas médias tipo Asterix

Presunto e muçarela ralados

Sal, orégano e azeite a gosto

Coloque as batatas em água fervendo por 15 minutos. Tire e deixe na geladeira de um dia para o outro. Descasque e rale a batata cozida em um ralador grosso. Em uma frigideira pequena, forre com azeite, coloque uma quantidade de batata ralada que cubra o fundo da frigideira e coloque um pouco de sal. Para rechear, coloque no centro um pouco de muçarela e presunto. Com o restante da batata, cubra o recheio. Com a ajuda de uma colher, pressione as bordas. Coloque um fio de azeite em volta da borda. Deixe fritar por 7 minutos de cada lado. Para virar, use uma espátula ou salteie com a frigideira.

Eu copiei a receita e o modo de fazer daqui (procurei também algumas dicas na internet que acrescentei na receita). Vendo no vídeo parece até fácil, mas é quase impossível virar  a “panqueca” de batata sem desmontar tudo, além do que eu cismei que a batata ficou crua, mesmo que esteja quase queimada.

Para quem não conhece a batata Asterix, fica a dica:

E para quem arrepiou quando leu muÇarela, está aqui a explicação:

” O duplo “z” de palavras italianas vira, em português, “ç”:  carrozza > carroça;
piazza > praça; razza > raça. Na Itália, escreve-se “mozzarella”, com dois “z”. É por isso que os principais dicionários (Aurélio e Houaiss) e o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp) prescrevem a grafia “muçarela”, com “ç”. Portanto, por incrível que pareça, a forma “errada”, segundo as fontes citadas, é justamente a que quase todo mundo usa: “mussarela”. Como explicar isso? Não é difícil: um belo dia, alguém que desconhecia a regra de que o duplo “z” italiano vira “ç” em português escreveu “mussarela”. Outros que também desconheciam a regra o acompanharam. E assim foi popularizada a grafia com dois “ss”.” (www.portuguesnarede.com)

Anúncios

Comments

  1. Jo no soy italiano!!! says:

    Oba!
    Então me dá uma PIÇA!

  2. Getúlio says:

    Muçarela, mozarela ou mussarela?

    Ortografia
    10/07/200814h05

    Comunicar erro Imprimir

    Muçarela, ou mozarela, provém do italiano mozzarella, diminutivo de mozza, cujo significado é leite de búfala ou de vaca talhado com uma espécie de fungo chamado mozze.

    Muito bem. Então, do italiano mozzarella, com dois zês, surgiu, no nosso idioma, a palavra mozarela, com um zê só, já que na nossa língua, não há a duplicação de consoantes, salvo raras exceções.
    O adequado é escrever MUÇARELA ou MOZARELA.
    (http://vestibular.uol.com.br/duvidas-de-portugues/mucarela-mozarela-ou-mussarela.htm)

  3. Fiz a receita hoje e não deu certo acho que foi por causa da batata. Belo blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: